quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Devorar - Swallow

 


 Se eu listasse os filmes que me fizeram refletir por dias, Devorar com certeza apareceria entre os 10 primeiros. Até agora é o melhor filme que eu assisti no ano de 2020, e eu duvido que eu veja algo mais surpreendente do que ele nesses últimos meses do ano. Eu acredito que quanto menos você souber sobre a sinopse melhor será a sua experiência ao assisti-lo, então eu darei uma breve descrição, que você não deveria ler se pretende assistir ao filme, mas se você é daqueles que precisa saber de que se trata para criar o interesse em vê-lo, eu tentarei ser o menos spoilerenta o possível.  
 Hunter se casou recentemente com um jovem executivo que trabalha na empresa do pai e lhe dá tudo o ela deseja, materialmente falando. Seus dias consistem em deixar tudo irritantemente impecável em casa, jogar joguinhos de celular, desenhar, ser constantemente ignorada pelo marido e sogro e acatar os conselhos conservadores da sogra. Após ficar grávida indesejavelmente (para ela pelo menos), Hunter desenvolve a Síndrome de Pica, que causa uma incontrolável vontade de comer objetos que não tem valores nutritivos e que, no caso de Hunter, são objetos perigosos, que colocam em risco sua vida.
 Toda a analogia que pode ser dada à palavra engolir (swallow) é utilizada nesse filme, Hunter não engole apenas objetos perigosos, ela engole tudo o que lhe é imposto, tudo que é imposto às pessoas pelas invisíveis "regras de como ser uma pessoa/casal/família exemplar". Toda a estética do filme foi criada para aparentar que a história se passa nos anos 50, quando o "american way of life" estava em alta, e que assim como no filme, as pessoas escondiam seus problemas embaixo de um consumismo escancarado.
 Devorar é de uma imensa sensibilidade e sutilidade, eu tenho certeza que a maioria das pessoas não irão adora-lo, já que ele consegue causar um desconforto em quase todas as cenas e é tão excêntrico quanto a síndrome de Hunter, mas se você gosta de filmes que te fazem ficar na merda, refletindo com cara de idiota durante dias, literalmente fazendo seu ego filosofar com seu ID, Devorar é altamente recomendado.

Destaque:
  • Mano, a atuação da Haley Bennett é impecável, ela equilibra o delicado e o destrutivo. Como eu não conheci essa atriz antes? Porque o mundo não conhece essa atriz? Atuação perfeita.
Direção: Carlo Mirabella-Davis
Ano: 2019
País: Estados Unidos
Minha nota: 9.5/10
 

11 comentários:

  1. Filme daqueles que você fica olhando os créditos e pensando. Muito bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Noraci, eu assisti Devorar há mais de um mês e ainda me pego pensando nele.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Pois é Luis, a história é bem diferente de tudo que eu já vi.

      Excluir
  3. Um belíssimo filme sobre um transtorno bastante esquisito. Esse filme me convidou a pensar sobre as coisas que eu ando engolindo na vida... Admiro o diretor e o roteirista pois conseguiram despertar em mim sensações sem precisar ver exatamente o que estava acontecendo, poucas ou nenhuma cena chocante, mas o filme inteiro é um suspense infinito. Atuação mais do que perfeita da atriz, começo a desconfiar que ela própria tem o hábito de engolir coisas estranhas, de tão impecável e honesta que ela foi. Excelente dica!

    ResponderExcluir
  4. Minha nossa, que surpresa! O filme e o blog. Gracias.

    ResponderExcluir
  5. Filme Denso e...Tenso também .......Marcará para sempre minha memória. Excelente atriz. Amei

    ResponderExcluir