sexta-feira, 9 de novembro de 2018

O homem de palha - The wicker man



  Existem filmes que influenciam outros filmes e existe O homem de palha, que influenciou todo um gênero e inúmeros outros filmes.
  Uma carta anônima é enviada ao Sargento Howie, que é um cristão fervoroso, informando que uma menina não é vista ha meses na ilha em que mora, e os seus parentes e vizinhos aparentam não se importar com o seu sumiço.
  Mesmo sabendo da fama pagã da ilha, o sargento vai até lá para começar a investigação e percebe que os habitantes da ilha tem costumes muito mais "pagãos" do que ele esperava. Orgias ao ar livre, culto a natureza, crença de reencarnação em outro meio de vida e rituais para a colheita. O que parece ser o paraíso para as pessoas que desejam viver sem os padrões cristãos e seguir apenas a sua própria vontade é o literal inferno do Sargento Howie, que suspeita cada vez mais que o desaparecimento da menina tem alguma ligação com os profanos costumes da população (e ele tem toda razão).
 A conspiração que o sargento pressente realmente tem fundamento, mas o que ele não desconfia é que os ritos dessa estranha religião são mais mortais do que aparentam.
  A primeira vez que eu vi esse filme eu esperava algo totalmente diferente, algo padronizado, com bruxas de preto, rituais com muito sangue, cenas noturnas e aparições demoníacas. Eu fui totalmente surpreendida com as músicas, o clima onírico, a claridade e os sorridentes personagens. Para entender o filme precisamos compreender que tudo é relativo, inclusive o bem e o mal.
  É difícil falar sobre O homem de palha e não dar spoiler sobre o super famoso desfecho do filme, mas se você nunca ouviu falar sobre a última cena, assista-o e ela ficará eternamente memorizada em sua mente como uma das cenas mais ousadas do cinema.
  Obs: Eu já assisti a centenas de remakes ruins, mas O sacrifício (2006) é um sacrilégio ao O homem de  palha. Pelo menos eles acertaram no título, por que é um sacrifício conseguir assisti-lo até o final. 

 Destaques:

  • Destaque para o surpreendentemente versátil Christopher Lee, que disse que entre as centenas de filmes que ele participou o que ele mais gostou de fazer foi O homem de palha.
  • Só o contexto da dancinha da Britt Ekland nua, na porta do sargento, já vale pelo filme todo.


 Direção: Robin Hardy
 Ano: 1973
 País: Inglaterra
 Minha nota: 9/10

28 comentários:

  1. Faz um tempo que procurava esse filme e só achei em inglês, sem legendas.
    Valeu por postar!

    ResponderExcluir
  2. Muito Obrigado pelo filme, adorei.
    Sucesso pra você.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado! curti muito o filme! A trilha é sensacional! Assisti midsommar por esses dias...tinha achado tão original, já não acho mais. rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Adriany. Eu fui assistir ao Midsommar com as expectativas lá em cima e me decepcionei quanto a originalidade. O filme tem sua qualidades, que aliás não são poucas, mas como eu falei na resenha, O homem de palha influenciou todo um genero, e pelo jeito continua influenciando.

      Excluir
  4. Esse site é um achado! Tava um tempão querendo ver esse e outros que tem aqui. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  5. oxe, cadê o link? vim seca e FUEN :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá The Red Death, aqui no Nostromo eu só disponibilizo os filmes online, não tem link para download. Obrigada.

      Excluir
  6. nossa, totalmente desnecessário o ultimo comentário sobre a dancinha da Britt Ekland nua. Ainda existe esses comentários machistas sobre corpos de mulheres!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sweetstreet, você interpretou mal o meu comentário. O contexto da dancinha da Britt Ekland nua na porta do sargento serve como uma metáfora as tentações cristãs, que foi feito de forma genialmente sátira aqui. Eu não costumo explicar as metáforas porque eu espero que as pessoas assistam e interpretem sozinhas. E eu sou mulher, eu uso o nome Gbsteo porque são minhas iniciais, mas meu nome é Graziele, e eu nunca faria um comentário machista sobre mulheres em filmes, eu já até escrevi sobre isso em outra resenha aqui no blog. Espero que eu tenha esclarecido esse mal entendido. Obrigada.

      Excluir
    2. Graziele, que bom você é mulher, ontem foi a 1x que estive por aqui e não entendi sua metáfora. E como sabemos ja estamos "acostumadas" a ler homens falando sobre corpo de mulheres, então entendi que tu fosse um homem e levei para outro lado. Uma coisa que venho aprendendo é não me calar mais quando vejo machismo. Mas te peço desculpa pelo mal entendido, e arrasou no blog querida.

      Excluir
    3. Depois do seu comentário eu percebi que eu realmente me expressei de uma forma que pareceu machista. Eu fiz uma pequena alteração para que esse mal entendido não ocorra novamente. Obrigada.

      Excluir
  7. mano, que filme fantastico, mto interessante ver um fanatico religioso sendo confrontado por um monte de fanaticos religiosos de outra religião, em um final realmente chocante principalmente pela atuação do edward woodward mostrando todo seu desespero, que bom que achei esse site pois posso ter uma boa alternativa mto obrigado por disponibiliza-lo

    ah e pode deixar que passarei longe do filme do nicholas cage kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá metalista. O homem de palha tem uma história muito interessante e principalmente um final realmente foda. Fico feliz que tenha gostado do site. Obrigada.

      Excluir
  8. Cara, só posso agradecer, pois procurei muito por esse filme nos streans sem sucesso. Valeu mesmo!

    ResponderExcluir
  9. Obrigado por nos presentear com essa ótima versão legendada!
    Adorei sua crítica e, realmente, aquela refilmagem de 2006 é ruim com força
    Abraços

    ResponderExcluir