domingo, 3 de dezembro de 2017

Coração satânico - Angel heart




  
 Louis Cyphre (Robert De Niro) contrata o investigador  particular Harry Angel (Mickey Rourke) para localizar um antigo cantor de jazz, com quem ele tem um misterioso acordo. Enquanto Angel segue as pistas do paradeiro do cantor, uma trilha que mistura religião e assassinatos é traçada, e cada passo dado rumo a descoberta do caso, é um passo a menos para a descida de Angel ao inferno.
 Quase todas as cenas apresentam várias dualidades, que só farão sentido quando o segredo do filme for revelado. Em Coração satânico foi feita uma perfeita fusão da narrativa simples com o apelo visual pesado, que parecem representar perfeitamente a personalidade do personagem principal.
 A atmosfera pesada e angustiante que ronda Angel, é extremamente perceptível durante todo o filme, causando, até nos mais incrédulos, a certeza de que o sobrenatural é um perigo que fica cada vez mais eminente, até quando percebermos que para Angel, o sobrenatural é destinadamente inevitável.  

 Destaques:

  •  Mickey Rourke estava no seu auge, ele representa brilhantemente a transformação de seu personagem, que vai de um homem comum, até um homem que desceu ao inferno. De niro também faz um papel inesquecível, mas o destaque realmente é o Rourke.
  •  O trabalho de direção é extremante detalhado, é construída uma cuidadosa atmosfera macabra envolta de cada cena. 

 Minha nota: 9/10
 Direção: Alan Parker
 País: EUA
 Ano: 1987





29 comentários:

  1. Filme altamente perturbador, obrigado por disponibilizá-lo!

    ResponderExcluir
  2. Não queria tá na pele desse detetive

    ResponderExcluir
  3. Valeu, faz tempo que eu procurava esse filme. É tão bom quanto o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim é um dos poucos casos que o filme consegue se igualar ao livro.

      Excluir
  4. Não consigo assistir 😒😕😠

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada por postar esse filme. Só consegui reencontrá-lo graças ao seu blog. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente parabens pelo site muito bom. Mas que porra de filme racista em? Patetico como retrataram os negros a submissao e a religiao. Ruim mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada desconhecido, fico feliz que tenha gostado do blog. Sobre o racismo, eu acredito que os negros são retratados no filme do modo como eram vistos naquela época nos EUA, que ainda era um país muito segregado, então eu não concordo que o filme seja racista, mas sim que ele retrata uma época extremamente racista. A forma como os negros são retratados realmente é ruim, mas essa infelizmente era a visão que a maioria dos americanos tinham sobre eles.

      Excluir
  7. Parabéns pelo blog...filme top demais!!!!

    ResponderExcluir
  8. Sensacional...há anos pensava em assistir novamente esse filme mas achava que nunca encontraria!

    ResponderExcluir
  9. "... Dizem que no mundo, há religiões o suficiente para fazer os homens se odiarem mas não o suficiente para se amarem". Louis Cyphre (Robert de Niro).
    Que prazer descobrir este blog!!! Obrigada!!! Mas senti falta dos representantes turcos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mercedes, fico feliz que tenha gostado do blog. Em breve eu resolverei essa falta de representantes turcos aqui. Obrigada.

      Excluir
  10. Um achado!!!! Graças ao seu blog finalmente consegui encontrar e assistir esse filme.Eternamente grata!!!!

    ResponderExcluir
  11. Amei o filme, o preconceito religioso e o racismo é uma questão de época.O filme em si é maravilhoso, as cenas perturbadoras, obrigada por postar

    ResponderExcluir