domingo, 14 de fevereiro de 2021

Deus abençoe a América - God bless America



 ALERTA: Este filme é violento, sadista, irônico e muito engraçado. Se você não possui aversão a certos aspectos de nossa atual sociedade, você provavelmente irá odiá-lo. Assista-o por sua conta e risco. 
 Frank tem uma visão sociológica e ética mais apurada que a maioria das outras pessoas, o que naturalmente o transforma em um misantropo, e SPOILER SPOILER SPOILER após descobrir que tem pouco tempo de vida e de toda sua paciência e tolerância terem sido extinguidas pela sociedade, Frank conhece uma adolescente com sérios sinais de psicopatia, que o incentiva e o ajuda a sair por aí matando pessoas extremamente mal educadas e sem nenhuma noção de civilidade; pessoas que falam alto no cinema; pessoas de religiões que não aceitem gays; extremistas conservadores; que chamam outras pessoas de feminazis e de comunistas; pedófilos; que espalham medo à população; hippies; pessoas que falam namastê e claro... pessoas que usam expressões como "na sua cara".  FIM DO SPOILER FIM DO SPOILER FIM DO SPOILER.
  Já teve a impressão de que a tecnologia utilizada no filme A origem realmente existe, e que ela foi utilizada em você mesmo para roubar ideias do seu inconsciente? Bem... imagino que quase ninguém teve essa sensação, mas ao assistir Deus abençoe a America eu tive a impressão que o resultado da invasão do meu inconsciente foi o roteiro deste filme. God bless America me trouxe a maior identificação que eu já tive em um filme, já que eu não consigo passar mais do que algumas horas sem reparar na futilidade, consumismo e à todo o conformismo e adaptação dos seres humanos a essa sociedade fodida. Revoltas à parte, esse é um dos meus filmes favoritos, eu sempre indico pra todo mundo (e normalmente ninguém assiste), e apesar de alguns pequenos furos ele foi muito bem executado, tem boas atuações e uma bela trilha sonora. 
 Obs: Indicado apenas para quem não odeia South Park.

Direção: Bobcat Goldthwait
Ano: 2011
País: Estados Unidos
Minha nota: 9/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário