terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Possessor


 

 Tasya Vos começa a ter complicações em seu serviço, que consiste em controlar a mente de uma pessoa através de um implante inserido manualmente e realizar o assassinato que foi ordenado pela misteriosa organização para qual ela trabalha. Tasya tenta esconder essas dificuldades iniciais, mas o que ela desconhece é que essas dificuldades gerarão consequências inimagináveis, que irão colocar em risco não só sua nova missão, mas também ameaçará todos a sua volta.
 Para mim esse foi o melhor filme de "terror" do ano de 2020. Cada vez mais os gêneros do audiovisual estão se mesclando e com isso trazendo obras difíceis de classificar, o que é ótimo já que, pelo menos para mim, quanto mais original e excêntrico o filme, mais interesse eu terei em vê-lo, e Possessor é um belo exemplo disso. Terror, ficção científica, suspense e psicodelia se embaralham nesse filme e causam uma inevitável e intensa apreensão, que só aumenta a cada cena.
 Possessor não é um filme para todos, além de algumas poucas cenas em que o gore rola solto, ele tem uma temática inteligentemente trabalhada dentro de uma atmosfera extrassensorial, então para gostar é necessário permitir-se imergir profundamente em seu sinistro e sensitivo clima.
 Esse filme foi pedido por alguns frequentadores do blog, caso você tenha alguma sugestão de filmes que você não acha em nenhum lugar, e que tenham uma temática que fuja do comum, pode deixar nos comentários.

Destaque: 
  •  Eu queria dar destaque para todos os elementos desse filme, mas preferi destacar as ambientações e a sonoplastia. Os dois são os principais elementos na criação da tensão psicológica.

Direção: Brandon Cronenberg
Países: Canadá, Inglaterra e Estados Unidos
Ano: 2020
Minha nota: 9,5/10


4 comentários:

  1. oi, tu disse q poderia sugerir um filme que não se acha em lugar nenhum, que tal SCANNERS (1981)???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, o Scanners está na minha lista de filmes pra postar no blog faz tempo, vou tentar posta-lo na próxima semana. Obrigada pela sugestão.

      Excluir